Papo de Intercambista | Paris - Egali Intercâmbio
Eu fui de Egali

Papo de Intercambista | Paris

Atualizado em 02 de maio de 2014

O João Pedro Bertani passou sete semanas vivendo e estudando na capital francesa. Nessa entrevista ele conta como foi a experiência, e compartilha dicas sobre o melhor de Paris.

PARIS

Qualquer palavra utilizada para descrever Paris é mero preciosismo. Viver lá foi algo extraordinário, fora de série. Na cidade luz tudo é histórico! Desafio grandioso a qualquer visitante é ter consciência de tudo o que esta fabulosa cidade representa através de suas artes e cultura. O berço dos pensadores iluministas e os ideais da revolução francesa trazem a tona, seja na hora do café nas brasseries ou nas caminhadas deslumbrantes ao lado do rio Sena, pensamentos e sentimento progressistas e apaixonantes. De Voltaire a Rousseau, de Flaubert a Balzac, de Victor Hugo a Foucault, de Bonaparte a De Gaulle, de Chirac a Mitterrand, os mais notáveis intelectuais, políticos, escritores, artistas, filósofos e militares já perfilaram por Paris e, nela se inspiraram. A capital mundial da esquerda caviar, como os liberais gostam de dizer, é simplesmente deslumbrante.

 VIDA NOTURNA

Para quem procura uma descontração à noite, o local da boêmia encontra-se no famoso bairro Marais, marcado por uma grande variedade de bares e restaurantes, com pessoas de diferentes etnias, sempre muito divertidas. As regiões de Montmartre e Belleville também são uma boa pedida!

 GASTRONOMIA

Gostei muito da tal soupe à l’oignon – soupa de cebola – acompanhada de um verre de vin rouge e como sobremesa creme brulee. Também recomendo degustar o boeuf bourguignon, coq au vin, tartiflette e o famoso couscous marroquino. E, claro, comer um gaufre ou crepe em Paris não tem preço!

COMPRAS 

A tradicional Galeries Lafayette continua sendo melhor lugar onde se encontra um pouco ou muito de tudo!

 PASSEIOS

Recomendo fortemente visitar os castelos de Chantilly, Vincennes e Fontainebleau, além do já habitual Versalhes. Oportunidade para explorar os requintes da aristocracia francesa! Se possível, vale muito a pena ir ao Vale do Loire, onde estão os castelos de Chambord, Amboise e Clos Lucé, sendo este último o local onde o mestre Leonardo da Vinci passou seus últimos anos de vida. Uma esticada aos jardins de Giverny, morada de Monet ou ao vilarejo de Auvers-sur-Oisse, fonte de inspiração ao impressionista Vincent Van Gogh, também é uma boa pedida.

CHOQUE CULTURAL

Paris, por ser uma grande cidade onde convivem pessoas das mais variadas etnias, raças e credos, é uma capital multicultural em que as diferenças são facilmente absorvidas e, em poucos dias, cada um se torna um legítimo parisiense!

 CURSO SMART

Pude estudar em uma excelente escola, a France Langue da Victor Hugo, que por sinal é muito bem localizada, distante apenas alguns minutos do Arco do Triunfo. Gostei muito do método de ensino da instituição, os professores são muito qualificados e extremamente atenciosos, o que fez com que eu tivesse uma melhora significativa no idioma francês!

  • egali
    Por egali