Descubra a Ilha Sul da Nova Zelândia - Egali Intercâmbio
Tudo sobre intercâmbio

Descubra a Ilha Sul da Nova Zelândia

Atualizado em 11 de abril de 2016

Há menos população principalmente devido ao clima mais frio e às cordilheiras de montanhas íngremes, e isso torna a Ilha do Sul, na Nova Zelândia, um dos melhores e mais bonitos lugares do mundo para se praticar esportes radicais.

Christchurch é a maior cidade e Dunedin é a segunda, concentrando uma boa quantidade de estudantes universitários. Queenstown é considerada a capital mundial dos esportes radicais, e cidades menores como Picton, Nelson, Kaikoura, Greymouth, Te Anau e Picton guardam paisagens inesquecíveis, além de vida tranquila e pacata.

Os Alpes, que se estendem numa linha reta e comprida por quase toda a extensão da Ilha do Sul, podem ser vistos de quase todos os lugares em que você estiver. Além da imponência das montanhas, lagos belíssimos, escarpas, glaciais e um mundo de paisagens (como na Fiordland) tiram o fôlego de qualquer mortal.

 

Encante-se pela Ilha Sul

 

O que mais chama atenção de quem chega à Ilha Sul é a paisagem diversificada. São fiordes, praias, cadeias alpinas e cidades totalmente planejadas para o turismo de aventura. Existem tantos lugares bonitos na Ilha do Sul que não é difícil sentar-se à beira de uma estrada e ficar literalmente horas apreciando a paisagem. Vamos conhecer alguns deles?

 

Marlborough – Noroeste da Ilha Sul

Região da Nova Zelândia que se localiza na ponta noroeste da Ilha do Sul. É o local perfeito para poder descansar e relaxar, ao mesmo tempo em que você poderá apreciar um bom vinho (daqueles de renome mundial e aclamado internacionalmente). A região também conta com importantes rotas para a prática de caminhadas, onde você poderá passear, por exemplo, pela “Travessia da Rainha Charlotte”, além das rotas de caiaque e passeios de barco.

egali-intercambio-nova-zelandia-marlborough

 

Kaikoura – Costa Leste da Ilha Sul

A costa de Kaikoura é o único lugar da Nova Zelândia onde se veem as baleias cachalotes durante o ano todo. As agências de ecoturismo fazem passeios para ver essas baleias e outros peixes.

egali-intercambio-nova-zelandia-kaikoura

 

Nelson City – Tasman Region

Lar de grande parte dos melhores artesãos do país, atraídos pela riqueza dos materiais que lá se pode encontrar (pedra, madeira, barro, vidro, etc.) e o magnífico clima. Nelson City é uma das cidades mais antigas do país, fundada em 1840 por imigrantes luteranos alemães, adquirindo o status de cidade graças à construção da catedral.

egali-intercambio-nova-zelandia-rotorua

É uma cidade muito bem dotada de instituições educativas e artísticas. Recomendamos a visita à Broadgreen, no subúrbio de Stoke, pois esta mansão restaurada está rodeada de um impressionante jardim de flores. A costa de Nelson está cheia de baías protegidas e praias muito seguras. No sul da região, junto ao Parque Nacional de Nelson Lakes, encontram-se formosos lagos, como Rotori e Rotorua.

saiba_+

Queenstown – Otago

É difícil não se surpreender com Queenstown. A cidade é cercada de montanhas, lagos, rios e um clima bom para explorar a cidade a pé, sem contar que os empreendedores neozelandeses não param de inventar novos esportes para atrair visitantes. Para descer correntezas em alta velocidade, saltar de pontes, esquiar em áreas remotas ou saltar de paraquedas há regras rígidas e instrutores bem treinados que reduzem os riscos de algum acidente.

egali-intercambio-nova-zelandia-queenstown

Grande parte dos locais para a prática de esportes de aventura estão localizados a 70 km de Queenstown e todas as agências receptivas oferecem transporte, equipamentos e instrutores no pacote de aventura.

 

Milford Sound – Fiordland

É o mais famoso dos 15 fiordes que compõem o Parque Nacional de Fiordland. Os fiordes são uma grande entrada de mar entre altas montanhas rochosas. As frequentes chuvas na região só aprimoram a beleza do fiorde, criando as numerosas cachoeiras que despencam dos rochedos. Inúmeros são os meios de transportes para visitar a região, como barcos, caiaques e voos panorâmicos. Os amantes da natureza mais aventureiros fazem reservas com meses de antecedência para caminhadas na Trilha Milford, a lendária rota pelas passagens alpinas e pela floresta temperada.

egali-intercambio-nova-zelandia-milford

Milford Sound é conhecido por ser o destino turístico mais famoso da Nova Zelândia, e o Pico Mitre é o pico mais fotografado no país. Devido ao excesso de chuvas na região, diversas cachoeiras são temporárias, sendo apenas em torno de 2 cachoeiras permanentes (Bowen Cataratas e quedas de Stirling).

Para quem não quer chegar de carro no lugar, tem um cruzeiro que vai a Milford Sound. Saindo de Queenstown, o cruzeiro dura aproximadamente 3 horas até Milford Sound.

 

Fox Glacier – Westland National Park/Costa Ocidental

A pequena Fox Glacier está localizada na costa oeste do país, com cerca de 30 mil habitantes. Fica a apenas 300m do nível do mar e é rodeada por uma floresta tropical temperada, o que torna a visita bastante agradável. A forma mais popular de conhecê-la é por trilha (a mais longa dura em média uma hora, ida e volta). Apesar de não ser de difícil acesso, a caminhada exige disposição. O esforço, no entanto, compensa: ao chegar ao topo, é possível ver uma imensa massa de gelo, além de formações que se assemelham a cavernas.

egali-intercambio-nova-zelandia-fox-glacier

Também é possível visitar a geleira em um voo de helicóptero. Além da geleira, Fox Glacier oferece ainda outras atrações: a 6km da cidade está localizado o lago Matheson, de onde é possível ver refletido, exatamente como em um espelho, os montes Cook, Tasman e a floresta ao redor. Perto do centro de Fox Glacier, há ainda uma caverna repleta de vaga-lumes, que também valem uma visita.

 

Fontes:

http://www.conexaonovazelandia.com.br/passeios_na_ilha_sul.php
http://dicasdeviajante.blogspot.com.au/2011/03/nova-zelandia-ilha-sul.html
http://www.portaloceania.com/nz-region-index-port.htm

  • egali
    Por egali