Como a Thayane conseguiu 9 empregos em 8 meses em Sydney - Egali Intercâmbio
Eu fui de Egali

Como a Thayane conseguiu 9 empregos em 8 meses em Sydney

Atualizado em 12 de fevereiro de 2016

A Thayane Pezzi nos contou como ela conseguiu 9 empregos em 8 meses no intercâmbio dela em Sydney. Vamos conferir?

“Realizei meu intercâmbio em Sydney, na Austrália, e uma das maiores preocupações era em conseguir emprego o mais rápido possível. Eu e o meu namorado chegamos em Sydney no sábado, dia que entramos na Egali House. Já conhecemos o pessoal que estava há algumas semanas por lá e foram nos passando algumas dicas, como: mercado, celular e localização.

Na segunda-feira participei da orientação de chegada na Egali, onde o pessoal aplicou o TFN pra mim e me passaram um modelo de currículo pra começar a correr atrás de emprego. Na terça-feira fiz o walking tour pelo centro de Sydney e de lá mesmo comecei a distribuir os currículos que havia impresso na escola.

 

Um emprego já no 1º dia

Pra minha surpresa, nesse primeiro dia já consegui um trial em um restaurante. E pra minha surpresa maior, era justamente em um restaurante que eu já tinha pesquisado antes mesmo de estar na Austrália. O nome do restaurante é Blackbird Cafe, localizado no Darling Harbour. Na quinta-feira eu realizei o trial e na sexta-feira mesmo eu já comecei a trabalhar. Fiquei trabalhando nos finais de semana à noite, quando eles tinham mais movimento e precisavam de staff extra.

egali-intercambio-emprego-sydney-thay-03

 

Agência de Function

Ainda na primeira semana, mesmo com um trial agendado, eu continuei distribuindo currículos. Eu procurava distribuir de 10 a 15 por dia. Eu também aproveitei pra me cadastrar em uma agência de function, que gerenciava staff pra diversos eventos. Eu passava meus horários livres e eles iam encaixando nos eventos que surgiam, então eu ia servir as mesas, ajudar na cozinha ou cuidar do buffet.

 

Primeiro mês

Na segunda semana alguns amigos da Egali House estavam trabalhando em uma obra e precisavam de alguém pra ir fazer a limpeza. Assim eu e uma amiga fomos por um dia realizar a faxina. Enquanto eu ainda estava na Egali House também acabei fazendo um trial em uma loja de souvenirs, fui aceita, trabalhei mais um dia. Só que acabei não ficando com o emprego, porque não gostei muito e preferi focar no restaurante e nas functions.

Em um mês na Austrália eu já tinha conseguido 4 empregos diferentes. Apesar de serem apenas bicos, já era o suficiente pra pagar as contas. Eu aproveitei pra adicionar essas experiências ao currículo, e continuava a procura de alguma outra oportunidade que me desse mais estabilidade.

Foi então que uma amiga que trabalhava em um café/restaurante de um italiano, chamado Café Capri, me indicou pra um trial e eu consegui um trabalho fixo, de quarta à sexta. Dessa maneira acabei largando o Blackbird e ficando apenas com as functions como extra.

 

Mais e mais currículos

Mesmo com um emprego fixo e salário suficiente pra pagar as contas, ainda me sobravam algumas horas e eu continuei distribuindo mais currículos. Foi assim que eu consegui o emprego que eu acabei ficando por mais tempo, no Green Bean Espresso, que por um tempo conciliava com o Café Capri, mas logo me ofereceram pra trabalhar somente com eles de segunda à sexta-feira.

egali-intercambio-emprego-sydney-thay-02

Ao longo do intercâmbio, algumas vezes também acabei trabalhando como reforço nos finais de semana na loja de grãos, cereais e outras especiarias de um amigo, chamada Naked Foods.

Mais pro final do intercâmbio o movimento do Green Bean baixou e eles acabaram diminuindo dois dias do meu shift. Eles deram o aviso na terça-feira que na quinta e sexta-feira não iria trabalhar. Na terça-feira mesmo já imprimi alguns currículos e fui ver outras oportunidades. E no mesmo dia já consegui um trial pra quinta-feira em um restaurante grego, onde fui aceita e trabalhei na sexta-feira. Porém, no sábado pela manhã fiz outro trial onde fui aceita também. Acabei deixando o restaurante grego e ficando com a segunda opção, o café localizado dentro do QVB, o Metropole.

Fiquei algum tempo conciliando o Green Bean e o Metropole, mas logo o Green Bean voltou com movimento forte e fiquei trabalhando apenas por lá. Acabei indicando uma amiga ao Metropole, que fez o trial e conseguiu o emprego.

egali-intercambio-emprego-sydney-thay

 

9 empregos

No final, foram 9 empregos em 8 meses. Porém, apesar de parecer fácil, foram muitos currículos entregues e “nãos” recebidos. Inclusive, houve um lugar que eu fui procurar emprego na primeira semana e o dono solicitou que eu levasse três pratos a uma mesa pra ver se eu tinha experiência. Ele claramente viu que eu não tinha e disse que eu poderia voltar quando soubesse levar três pratos de uma vez só. Felizmente não precisei procurar emprego novamente por lá após ter aprendido.

 

Dica!

A minha dica pro pessoal é: o “não” a gente já tem, então não custa entrar no lugar e perguntar se tem emprego disponível, porque só assim corremos o risco de ganhar um “sim”. E outra dica é aproveitar as indicações, porque ajudam muito!”

  • Por

select* como_contatar class:form-control first_as_label "Como gostaria de ser atendido ?"

Atendimento via WhatsApp
Atendimento via WhatsApp