7 maravilhas da Nova Zelândia - Egali Intercâmbio
Tudo sobre intercâmbio
Nova Zelândia

7 maravilhas da Nova Zelândia

Atualizado em 10 de janeiro de 2017

Localizada no Anel de Fogo do Pacífico (nome dado por causa da quantidade de vulcões na área), banhada pelo Oceano Pacífico e pelo Mar da Tasmânia, a Nova Zelândia é um grande destino para viagens e intercâmbios.

O país é uma da das últimas porções de terra descobertas no mundo, e por isso, possui paisagens paradisíacas, com muito poucas (ou quase nenhuma) intervenções humanas. Pensando nessas paisagens deslumbrantes, separamos 7 maravilhas que você não pode deixar de conhecer por lá.

Vamos conferir! 😉

 

7 maravilhas da Nova Zelândia

 

1. Cape Reinga

Nós já falamos um pouquinho sobre Cape Reinga no post das 7 praias da Nova Zelândia que você tem que visitar. O lugar (que fica a 1055 km de Wellington) é ponto mais ao norte da Nova Zelândia, sendo um destino turístico imperdível. Lá, acontece o encontro entre o Oceano Pacífico e o Mar da Tasmânia.

Uma das coisas mais legais de Cape Reinga é que é possível perceber o estreitamento de terra no caminho ao topo da ilha, onde os dois oceanos se encontram. Além disso, no local, existe um parque que tem informações sobre o ponto, um farol (que é um cenário bem popular nas fotos dos turistas) e diversas trilhas que dão acesso às praias paradisíacas da região.

Para os Maoris, Cape Reinga é um local onde os espíritos se desprendem e voltam à sua terra natal ancestral, Hawaiki. A forte energia do lugar combina perfeitamente tradições maoris e paisagens incríveis.

egali-intercambio-7-maravilhas-da-nova-zelandia-cape-reinga

 

2. Rotorua

Localizada a cerca de 450 km de Wellington e a 226 km de Auckland, Rotorua é a cidade em que a cultura maori é mais presente. Os parques cidade, como o Whangarewarewa, o Te Puia e o Tamaki Village, possuem apresentações de danças e músicas do povo nativo.

Além disso, você poderá encontrar peças de artesanato e comida típicas dos maoris. O hangi, por exemplo, é um cozido de legumes e carnes que é preparado no subsolo vulcânico da região.

E, já que mencionamos a atividade vulcânica da região, não podíamos deixar de falar do parque Te Puia, que possui vários gêiseres. Dentre eles, está o Pohuto, o mais famoso de todos, que pode lançar jatos de água a 20 metros de altura.

Rotorua significa, na língua Maori, dois lagos. Porém, a região possui mais de 10 lagos, entre eles o Green Lake e o Blue Lake (que são considerados sagrados pelos maoris) e o Rotorua. O lago Rotorua é o segundo maior da Ilha Norte e se formou na cratera de um imenso vulcão, tendo várias casas de banho em águas termais ao seu redor.

egali-intercambio-7-maravilhas-da-nova-zelandia-rotorua

 

3. Milford Sound

A cerca de 670 km de Wellington e a 289 de Queenstown, Milford Sound é famosa por suas geleiras na costa oeste da Nova Zelândia. A paisagem é de simplesmente tirar o fôlego, com seus picos nevados que chegam a mil metros de altura (!!!) e cachoeiras que percorrem os terrenos em declive.

Existem diferentes maneiras de acesso à Milford Sound, a mais comum é a bordo de um cruzeiro marítimo. Porém, para quem curte aventuras, há como fazer trajetos de caiaque, mergulho ou até mesmo fazer uma trilha do lago Te Anau até Sandfly Point, onde é necessário continuar o caminho de barco até Milford Sound.

Outra atração é um pequeno vilarejo, que pode você poderá conhecer em um dia ou passar a noite em um dos hotéis do local.

egali-intercambio-7-maravilhas-da-nova-zelandia-milford-sound

 

4. Tongariro National Park

Declarado como Patrimônio da Humanidade, o Tongariro National Park combina várias paisagens em um mesmo lugar, como lagos cor de esmeralda, vulcões e fontes termais. O parque cerca os 3 maiores e mais ativos vulcões da Ilha Norte.

Nos meses de calor, a principal atividade turística é o Alpine Crossing. A atividade é uma travessia de 20 km, a mais de 2 mil metros de altura, pelas montanhas do parque. O trajeto pode levar até 7 horas, por isso, prepare-se e leve equipamentos como botas de trilha, casaco à prova de chuva e vento, luvas, água e comida.

Já no inverno, a grande diversão é a estação de esqui no Monte Ruapehu, que foi um dos cenários da trilogia O Senhor dos Anéis.

egali-intercambio-7-maravilhas-da-nova-zelandia-tongariro-national-park

 

5. Queenstown

Queenstown é a cidade mais visitada da Ilha Sul, fica a 914 km de Wellington, e é conhecida como a cidade dos esportes radicais. Seus picos nevados e lagos cristalinos remetem a um ambiente tranquilo e requintado, que abriga uma população de 20 mil habitantes.

Porém, não se engane, pois no inverno, a cidade fica repleta de turistas procurando por aventuras em suas estações de esqui. Além dos esportes radicais, os fãs da trilogia O Senhor dos Anéis poderão visitar os cenários onde os filmes foram gravados.

E, depois de todos esses passeios, vale a pena passar em algum dos requintados restaurante e cafés que a cidade possui.

egali-intercambio-7-maravilhas-da-nova-zelandia-queenstown

 

6. Gisborne

A cidade é uma das primeiras do planeta a receber a luz do sol, e, por isso, uma das primeiras a comemorar o Ano Novo. As praias de areias brancas de Gisborne, banhadas pelo Oceano Pacífico, atraem turistas de todas as partes da Nova Zelândia.

Por conta do Réveillon, dezembro é a época em que a cidade recebe mais visitantes. Assistir ao nascer do sol no Monte Hikurangi é uma grande atração da região, junto com os diferentes roteiros pelas vinícolas (Gisborne é considera a capital do Chardonnay).

Além disso, os museus e galerias contam fatos passados da Nova Zelândia. Isso porque Gisborne foi o local onde os maoris e os europeus se encontraram pela primeira vez, tendo grande importância histórica para o país.

egali-intercambio-7-maravilhas-da-nova-zelandia-gisborne

 

7. White Island

White Island é a atração muito interessante, principalmente, para quem tem muita curiosidade de ver um vulcão ativo de perto. A ilha é localizada a 50 km de Whakatane, cidade que fica a cerca de 534 km de Wellington.

Para conhecer o local, é preciso reservar um tour guiado, o trajeto pode ser feito de barco ou helicóptero. E, é possível visualizar o vapor emanando a quilômetros de altura e sentir o cheiro do enxofre por toda ilha.

Você poderá fazer trilhas por White Island ao redor das três crateras de vulcão, que possuem mais de 300 metros de altura! É recomendado que você leve agasalhos e jaquetas à prova d’água, pois mesmo em dias quentes, o tempo é bastante instável por lá.

egali-intercambio-7-maravilhas-da-nova-zelandia-white-island

 

A Nova Zelândia é mesmo incrível, não é?! Ficou ansioso por conhecer esses lugares maravilhosos? Conta pra gente nos comentários de qual você mais gostou! 🙂

 

Fonte: Viagem e Turismo Abril.

  • egali
    Por egali