10 coisas que você PRECISA saber antes da sua primeira viagem internacional - Egali Intercâmbio
Curiosidades

10 coisas que você PRECISA saber antes da sua primeira viagem internacional

Atualizado em 01 de outubro de 2021

A primeira viagem internacional é um momento ímpar na vida de uma pessoa. De um lado, a maior expectativa do mundo: falar outro idioma, conhecer lugares e pessoas novas, usar uma moeda diferente, tirar ALTAS fotos para as redes sociais. Por outro lado, vem a ansiedade para a preparação. E quanto mais você estudar e souber sobre o que vai encontrar, menos complicado vai ser todo o processo. Por isso, no post de hoje, vamos citar 10 coisas que talvez você não saiba que são diferentes no exterior. 

1) Beber água da torneira é algo SUPER normal em outros países

Nada de nojinho ou estranheza: nos países desenvolvidos a água da torneira é POTÁVEL! Basta você ter uma garrafinha e pode encher sempre que sentir sede, na própria torneira da cozinha ou até do banheiro. Antes da sua primeira viagem internacional é legal você saber disso, especialmente, em restaurantes e bares. Muitas vezes já é servida uma jarra de água, mesmo que você não solicite. Essa água, adivinhe de onde vem? Isso mesmo! Da torneira. Já decore como falar em inglês: “tap water”. Se não servirem, você pode solicitar e economizar esses dólares ou euros nas refeições que fizer fora de casa. 

primeira viagem internacional
Photo by Bluewater Sweden on Unsplash

2) Bebidas alcóolicas podem ser proibidas nas ruas

Para você que gosta de uma cerveja gelada, um vinho para encerrar o dia ou um bom drink: fique atento. Não é em todos os lugares que é permitido beber. Em muitos países é PROIBIDO consumir bebida alcóolica em lugares públicos como praças, parques ou ruas. Você pode receber uma multa alta ou, em casos mais extremos, até ser deportado. Por isso, tente deixar esse momento “relax” com álcool para quando você estiver em um restaurante, bar, balada ou em casa. Não vá caminhando até a festa consumindo aquele copo que sobrou do “esquenta”. 

primeira viagem internacional
Photo by Eeshan Garg on Unsplash

3) O transporte público, muitas vezes, não tem cobrança direta 

No Brasil é comum, ao entrar em ônibus ou em estações de metrô e trem, você precisar passar por uma catraca. É o momento onde você precisa apresentar seu ticket ou cartão que comprove que você tem uma passagem comprada. Sem isso você não entra no transporte público, certo? Quando você está indo para a sua primeira viagem internacional, é bem importante já saber que nos principais destinos é diferente: você precisa comprar a passagem da mesma forma, mas não terá uma cobrança explicita na hora de entrar no transporte público. Em um primeiro momento, parece até que é de graça. Mas vou dar um spoiler: NÃO É, infelizmente. Você precisa comprar e validar o ticket e, às vezes, aparece algum fiscal de surpresa pedindo para ver quando o ônibus ou trem já está em movimento. E se você não tiver, prepare o bolso: as multas podem chegar até 600/700 euros ou dólares, dependendo do país. 

primeira viagem internacional
Photo by Dennis Siqueira on Unsplash

4) Você não vai encontrar lixo nos banheiros

Outro ponto que chama bastante atenção de quem está indo para a primeira viagem internacional é não encontrar lixos, ou ver lixeiras minúsculas dentro dos banheiros. Não é que as pessoas não se limpem, não precisa se assustar! É que na maioria dos países, o papel higiênico vai dentro do vaso sanitário. E as mini lixeiras servem para plásticos, como absorventes ou embalagens. Se você não encontrar um lixo de tamanho normal, já sabe! 

primeira viagem internacional
Photo by Jasmin Sessler on Unsplash

5) As entradas de tomada são diferentes

Aqui no Brasil estamos acostumados com a tomada de três pinos. Em cada país que você for, vai encontrar uma entrada de tomada diferente. Para poder usar e/ou carregar seus equipamentos eletrônicos, você vai precisar de um adaptador. Aqui vai uma dica: se possível, deixe para comprar quando já estiver no exterior. Costuma ser muito mais barato. 

primeira viagem internacional
Photo by Thomas Kolnowski on Unsplash

6) Fuso horário

Essa parte você lembra da aula de geografia, vai. Não é nenhuma novidade que os países tenham fusos horários diferentes. Na Austrália, essa diferença pode chegar a 14 horas. Mas na prática, ninguém pensa muito sobre isso quanto está indo fazer uma primeira viagem internacional. Vamos focar no principal: o horário dos voos, que vem escrito na passagem aérea, está sempre na hora local do destino. Por exemplo, se você está pegando um voo de São Paulo para Dublin, o horário de partida será o horário de Brasília (hora local de São Paulo) e o horário de chegada em Dublin vai ser no horário local da Irlanda. 

primeira viagem internacional
Photo by Philip Myrtorp on Unsplash

7) O almoço não é tão importante quanto você pensa

“Como assim? É a principal refeição do dia!” Sim, aqui no Brasil. Em muitos países, o comum é comer apenas um lanche no almoço, que é o momento em que você está na escola ou trabalho, com menos tempo disponível. Até que faz sentido, né? Levando um sanduíche, além de economizar, você ainda fica livre para comer onde quiser. Dá pra fazer almoço em um parque ou até na praia, se tiver alguma perto da escola que você estiver estudando durante o intercâmbio. A refeição principal fica para de noite.

primeira viagem internacional
Photo by Samantha Fernandes on Unsplash

8) 10% obrigatório

Se você é uma pessoa acostumada a pagar 10% aqui no Brasil, talvez não estranhe tanto esse tópico na sua primeira viagem internacional. Mas é extremamente desrespeitoso não pagar a taxa de serviço em muitos dos países mais comuns para fazer intercâmbio. Por isso, independente do destino, sempre considere uma média de aproximadamente 10% a mais do que você está esperando pagar na conta, ok? 

Em alguns casos, como no Canadá, existe até uma taxa obrigatória que não está incluída no valor do produto. Essa taxa é o imposto cobrado sob o produto, que será informada apenas na hora do pagamento. Dependendo da província que você estiver, o percentual pode variar entre 6% e 8%. 

primeira viagem internacional
Photo by Sam Dan Truong on Unsplash

9) Deixe os abraços para quando voltar para o Brasil

É estranho, a gente sabe. Mas em grande parte dos países não é comum as pessoas terem tanto contato físico quanto nós brasileiros temos. Aqui é super comum, ao conhecer alguém, dar um abraço ou cumprimentar a pessoa com beijinhos no rosto. Os gringos muitas vezes são pessoas mais resguardadas. Espere para fazer contato físico apenas se você tiver bastante abertura.

Photo by Toa Heftiba on Unsplash

10) Banheiros públicos

Quando você está viajando, costuma passar o dia inteiro fora, turistando e fazendo passeios, né? Nesse meio tempo, você vai precisar passar por alguns banheiros seja em pontos turísticos, shoppings ou parques e praças. Nos países desenvolvidos você quase sempre os encontra em excelentes condições. Bem conservados, limpinhos e com papel higiênico. Para essa manutenção, é comum cobrarem um valor pequeno para liberar a entrada a esses banheiros. Nossa dica é ter sempre moedas no bolso para essas situações. 

primeira viagem internacional
Photo by Syed Hussaini on Unsplash

Primeira viagem internacional sem perrengue

E aí, curtiu as dicas? Vou deixar agora a mais importante de todas: evite passar perrengues na sua primeira viagem internacional. A Egali está super preparada para receber intercambistas de primeira viagem. Inclusive, toda nossa equipe de pós-vendas é formada por ex-intercambistas, que entendem perfeitamente como é essa sensação. Converse com quem entende do assunto e embarque para uma experiência incrível e inesquecível. Para saber mais detalhes, fale conosco

 

 

  • juliabraga
    Por juliabraga

Precisa de Ajuda? Fale Conosco
Entre em contato com nossa equipe de especialistas para começar a planejar seu intercâmbio.

Preencha os campos abaixo com seus dados para que possamos retornar, caso caia a conexão.

Campo obrigatório
Entre com um email válido
Campo obrigatório